Compartilhe

Estados do Norte e do Nordeste disparam no mapa da violência e registram 40% mais homicídios do que o Sudeste.

Dados divulgados na quarta-feira pelo Ipea e Fórum Brasileiro de Segurança Pública, relativos a 2017 apontam média de 47 homicídios por 100 mil habitantes em nove estados nordestinos.



Já no norte, em sete estados, a média atingiu 46 assassinatos por 100 mil. No Sudeste, o índice ficou em 26,7. Há dez anos, todas as médias ficavam abaixo de 30.

O crescimento acentuado nas duas regiões é atribuído, segundo especialistas, às facções criminosas, milícias, falta de estrutura das polícias e superlotação das prisões.

Sudeste e Centro-Oeste diminuíram os índices de violência, e o Sul se manteve estável.

A comparação entre os menores registros – São Paulo – com os maiores – Rio Grande do Norte é gritante: 10 homicídios por 100 mil pessoas contra 62 por 100 mil.



No topo do ranking estão, também, o Acre e o Pará, com 62 e 54 mortes por 100 mil. respectivamente.

No Rio Grande do Norte, em 10 anos, o crescimento dos homicídios foi de quase 230%.