Compartilhe

Só quem já usou aparelho fixo sabe do desconforto que ele causa. Sem contar quando machuca a boca, a demora para escovar os dentes, a quebra de peças, pontas de fios incomodando, não poder comer determinados alimentos, como morder uma maça inteira, por exemplo, ufa. Eu sei do que estou falando. Eu já usei aparelho e só de falar, já arrepia.

Mas é claro que o uso do aparelho em muitos casos é essencial, pois os dentes desalinhados ou tortos podem prejudicar a mordida, provocar desgastes, sobreposição de dentes e até interferir na saúde geral.



A boa notícia, para quem necessita do uso do aparelho, mas quer se se ver longe dos famosos fios metálicos, é que hoje eles não são a única opção. Com o avanço da tecnologia, surgiram alternativas, como os alinhadores transparentes, chamados Invisalign, que viraram tendência mundial na ortodontia.

Fabricados no México e importados para o Brasil, a tecnologia foi criada e desenvolvidoa no Vale do Silício (EUA). Ao longo dos anos, o Invisalign vem sendo aprimorado com novas técnicas para avançar ainda mais nos quesitos eficácia e eficiência na área da ortodontia. A técnica já ajudou 6 milhões de pacientes pelo mundo.

Segundo Dr. Rodrigo Camargo, formado em Odontologia pela USP- Bauru, o Invisalign é a alternativa mais moderna, sofisticada e atual para corrigir o sorriso, na qual o próprio ortodontista, por meio de uma plataforma virtual, pode montar o planejamento do tratamento de cada paciente. 

Ouça a matéria completa:

Dr. Rodrigo Camargo, formado em Odontologia pela USP- Bauru.


Nos Estados Unidos 40% do mercado de ortodontia já é de alinhadores. Estudos apontam que os tratamentos com os alinhadores transparentes podem ser até 50% mais ágeis em comparação ao uso dos aparelhos tradicionais. E muito além do curto espaço de tempo para identificar as mudanças, eles são práticos, ajudam a melhorar a autoestima e não alteram o dia a dia daqueles que o utilizam.

Dr. Rodrigo ainda reforça que na visão técnica, é observado que o Invisalign é o mais avançado e seguro tratamento, sem desconforto e sem problemas biológicos, como: gengivite, manchas nos dentes, cáries, feridas na mucosa, entre outros.

No entanto, é importante ressaltar que aparelhos fixos tradicionais não são vilões e devem continuar a ser indicados pelos ortodontistas de acordo com a análise de cada caso.