Compartilhe

258 kg de maconha foram apreendidos e três suspeitos por tráfico de drogas foram presos pelo Batalhão de Ações Especiais da Polícia Militar de Piracicaba (Baep) em Monte Mor (SP), na noite desta quinta-feira (3). A corporação chegou ao local após uma denúncia e ninguém ficou ferido durante a operação.

O Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep), recebeu uma denúncia anônima durante o dia 3, informando que uma suposta carga de maconha estaria saindo do estado do Paraná com destino a cidade de Monte Mor. A denúncia informava também que o transporte estava sendo realizado por dois veículos, sendo eles um Volkswagen Jetta e um Renault Fluence.



A partir dessas informações o batalhão direcionou patrulhamentos para as possíveis rotas a serem feitas pela dupla de veículos e por volta das 16h40 já no perímetro da cidade de Monte Mor foram avistados. Na tentativa de abordagem o Volkswagen Jetta se evadiu porém o Renault Fluence foi abordado no KM 22 da Rodovia SP-101.

O condutor do Renault, identificado com C.Z.O. portava dois celulares e a quantia de R$158,25, após uma revista mais detalhada da equipe da polícia, foram encontrados no interior do veículo 353 tijolos de maconha pesando aproximadamente 240 kg. Questionado sobre a droga localizada, C.Z.O afirmou que receberia 5 mil reais para realizar a entrega na cidade de Hortolândia, porém disse não saber o endereço final.

Tijolos de maconha apreendidos na operação. Foto: Daniel Mafra/EPTV

As demais equipes do Baep foram avisadas da fuga do outro veículo e começaram a fazer buscas na área urbana de Monte Mor. A equipe E-10106 localizou e abordou o Veículo Jetta na Avenida Papa João Paulo II no Jardim São Clemente. Dois indivíduos estavam dentro do carro e portavam dois celulares além de mais de mil reais. A equipe também realizou buscas no veículo e foram encontradas duas bolsas contendo 22 tijolos de maconha, pesando 18 kg.

Os indivíduos foram presos e levados ao plantão policial de Monte Mor, onde junto com os materiais apreendidos, ficaram à disposição da justiça sem mais esclarecimentos.