Compartilhe

Atualizado em



O presidente do Turcomenistão proibiu a circulação de carros pretos no país localizado na Ásia Central, próximo ao Irã e ao Afeganistão. O motivo do veto seria a superstição de que a cor branca traz sorte.

Recentemente, segundo a publicação, alguns cidadãos de Asgabate, capital do país, tiveram seus veículos confiscados pelo governo. Para recuperar o carro, os proprietários tiveram que assinar um documento que os obrigava a pintar o automóvel de outra cor.

Esta decisão fez os preços dos serviços de pintura dispararem de US$ 500 (R$ 1,6 mil) para mais de US$ 1 mil (R$ 3,2 mil). O presidente do Turcomenistão, no poder desde 2006, já havia proibido a importação de carros pretos em 2015.

Fonte: Mundo Estranho