Compartilhe

Realização do Censo, que estava prevista para este ano, é adiada para 2021. O motivo é a pandemia de coronavírus.

Em comunicado, o IBGE explica que a ideia era que cerca de 180 mil profissionais visitassem mais de 70 milhões de domicílios brasileiros, o que se torna totalmente inviável, na atual situação.



Com isso, os quase dois bilhões e meio de reais que seriam investidos na pesquisa serão repassados para o Ministério da Saúde, exatamente para ajudar no combate ao coronavírus.

O Censo é feito a cada 10 anos e busca informações detalhadas sobre o tamanho e as características da população brasileira.

Para isso, os agentes vão pra rua e batem de porta em porta pra conversar com as pessoas.

Nos últimos dias, o IBGE abriu concurso público para contratar os mais de 200 mil profissional que trabalhariam nessa edição.



Agora, o processo seletivo foi suspenso e quem já tinha feito o pagamento da taxa de inscrição será reembolsado.

No último Censo, em 2010, cerca de um milhão de pessoas se inscreveram para concorrer a 190 mil vagas.