Compartilhe

A novela parece interminável, mas para esta sexta-feira, a ordem é a volta dos peritos ao trabalho presencial nas agências do INSS.

A liminar que blindava os médicos da retomada das atividades e proibia punição foi derrubada pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região.



A medida obriga o cumprimento do retorno dos médicos convocados aos postos de trabalho já vistoriados e aprovados pelo governo.

No parecer, o desembargador Francisco de Assis Betti considerou que a sentença anterior, da Justiça do Distrito Federal, se sobrepôs a competência que deveria ser do governo federal.

Para entender melhor, a sentença derrubada suspendia o retorno dos profissionais para prestar atendimento em agências consideradas inaptas na prevenção da Covid-19 pelas inspeções da Subsecretaria da Perícia Médica Federal.

A liminar também permite o corte de ponto dos profissionais que não comparecerem ao trabalho presencial.