Compartilhe

Pesquisadores chineses começaram uma segunda fase de testes, em seres humanos, de uma possível vacina contra o novo coronavírus, para melhor avaliar sua eficácia e segurança, informou neste domingo (21) o Instituto de Biologia Médica da Academia Chinesa de Ciências Médicas.

Atualmente, mais de dez vacinas diferentes estão sendo testadas em humanos em todo o mundo, metade delas na China. Mas, por enquanto, nenhuma dessas iniciativas progrediu até a fase 3.



Essa almejada terceira etapa consiste em ensaios clínicos em grande escala, estágio necessário para obter uma luz verde por parte das autoridades para a disponibilização no mercado.

O estudo de fase 2 realizado atualmente na China deve determinar a dose necessária da vacina e é uma continuidade de avaliação que vem sendo feita sobre a capacidade de garantir, com segurança, as defesas imunológicas das pessoas saudáveis.