Compartilhe

A cirurgiã dentista Bruna Karolliny Matos e sua família tiveram uma grande surpresa ao levar a cadelinha pitbull Kiara, de menos de dois anos de idade, ao veterinário em Palmas, Tocantins. Eles procuraram ajuda porque perceberam que a barriga dela estava inchada e acharam que ela pudesse estar doente. “A gente imaginou que ela estava sedentária, porque estava engordando”, conta Bruna.

“Meu esposo chegou lá com ela e falou para ele [veterinário]: ‘Olha ai o tamanho da barriga dela, o que pode ser isso?’ E ele respondeu: ‘Então, a doença dela vai nascer daqui uns dias a Kiara está prenha’.



No começo, eles nem quiseram acreditar, porque a cadela não costuma sair de casa e o único cachorro que teve contato com ela é o Thor, um pinscher de três anos de idade.

Os donos até checaram as câmeras de segurança para ter certeza que ninguém entrou ou saiu da casa. A família agora acha que o principal “suspeito” de engravidar a pitbull é o Thor. A previsão é que a Kiara tenha 10 filhotes nesta gestação. O veterinário Bruno Lima explica que uma gestação do tipo é possível, mas que a ‘missão’ do pinscher não foi fácil.

“A gente tem problemas anatômicos aí, problemas físicos. A fêmea é muito grande e o macho é muito pequeno. Ele consegue fazer a monta com ela deitada, com ela em pé não vai ser possível, mas com ela deitada pode acontecer”, explica. O parto da Kiara pode acontecer a qualquer momento e a Bruna disse que pretende doar os filhotes para parentes e amigos. Mesmo com o susto, ela diz que não pretende castrar os animais.

Fonte: G1