Compartilhe
Emplacamento de veículos no padrão Mercosul | Foto: Reprodução
Emplacamento de veículos no padrão Mercosul | Foto: Reprodução

Depois de idas e vindas começa a valer a obrigatoriedade do emplacamento de veículos no padrão Mercosul a partir de 31 de janeiro.

Todos os estados devem seguir a Resolução 780 do Conselho Nacional de Trânsito (Conatran) de julho do ano passado.



A mudança inverte o padrão atual de três letras e quatro números para quatro letras e três números, numa combinação alternada. Também muda a cor de fundo, que será totalmente branca.

Já as inscrições terão cores diferenciadas por tipo de veículo: fonte preta para carros de passeio; vermelha para veículos comerciais; azul para carros oficiais; verde para veículos em teste; dourado para diplomáticos e prateado para colecionadores.

Terão, também, um código de barras para identificação do número de série e dados do fabricante e estampador da placa.

É importante lembrar que o novo padrão será obrigatório apenas para o primeiro emplacamento, ou nos casos de mudança de cidade ou estado; roubo, furto, dano ou extravio das placas do modelo antigo e se houver necessidade da segunda placa traseira, como nos engates.



As novas Placas de Identificação Veicular são adotadas na Argentina e no Uruguai. Além do Brasil, devem começar a valer, em breve, no Paraguai e Venezuela.