Compartilhe

De acordo com um estudo da Universidade de Arizona, a quantidade de bactérias que podem nos fazer mal nas solas dos sapatos é quase muito alta, e há mais micróbios fecais nos sapatos do que num assento de privada. Para o estudo, participantes usaram sapatos novinhos em folha por duas semanas, e eles foram avaliados no fim do período.

Ao total, 421,000 unidades de bactérias foram encontradas na parte externa dos sapatos, sendo que a parte interna tinha 2,887. E 96% dos sapatos continham bactérias fecais. E o pior: a transferência dessas bactérias para o solo era de 90 a 99%!



Algumas das bactérias encontradas foram: E. coli (causa infecções urinárias e diarréia), Klebsiella pneumonia (causa pneumonia), e Serratia ficaria (causa infecções nas vias respiratórias).

O pesquisador responsável pelo estudo já conduziu estudos similares com iPhones, garrafas, e outros itens de uso diário.

Fonte: Virgula