Compartilhe

Preço da gasolina dispara cinco centavos, nas bombas.

O valor médio pulou de quatro e 31 para quatro e 36, no fechamento da semana passada.



A pesquisa foi feita pela Agência Nacional do Petróleo, em postos de todo o País.

O avanço seria consequência dos reajustes nas refinarias anunciados pela Petrobras. Ela leva em conta uma combinação de fatores, como o dólar e a cotação do petróleo, que fez a alta chegar a seis por cento, nos últimos dias.

Por conta disso, o preço na bomba tem variado, ao longo do ano.

Abriu janeiro em quatro reais e 33 centavos, quase o mesmo valor de hoje. Mas já caiu para quatro e 17 e já subiu para quatro e 56.



No caso do etanol, influenciado pela alta da gasolina e também pela safra de cana, que se aproxima do fim, o preço do litro, na semana passada, pulou de dois reais e 84 centavos para dois e 87.