Compartilhe

Abastecer o carro com álcool está mais barato.

Semana passada, o preço médio do litro caiu de dois reais e 91 centavos para dois e 85.



A pesquisa foi feita pela Agência Nacional do Petróleo em postos de todo o País.

Desde o começo de maio, foram 26 centavos de redução. Basicamente por conta da retomada da safra de cana, que aumenta a oferta de combustível.

Já o preço da gasolina registrou uma pequena queda, de quatro e 54 para quatro e 52 o litro.

O que desanimou muito motorista, que esperava um tombo maior, após o Governo anunciar uma redução média de 14 centavos do valor nas refinarias.



Vale lembrar que quem define o preço de venda é o dono do posto, que ainda leva em conta, por exemplo, os gastos com logística e a margem de lucro.

E que, apesar da queda, a gasolina, hoje, custa bem mais que os quatro e 19, de média, registrados em fevereiro. Já que, entre março e maio, a Petrobras anunciou uma série de aumentos.