Compartilhe

José Maria Marin se desfaz de parte de seu patrimônio para pagar multas e despesas com advogados.

Nos últimos dois anos, o ex-presidente da CBF e ex-governador de São Paulo arrecadou 37 milhões com a venda de imóveis.



Na lista estão um apartamento, um casarão e um prédio comercial, sendo que restou apenas uma sala comercial em seu nome.

Condenado a quatro anos de prisão nos Estados Unidos, José Maria Marin cumpre pena em uma penitenciária de segurança máxima na Pensilvânia.

Ele é acusado pelos crimes de organização criminosa, fraude bancária e lavagem de dinheiro, no período em que presidiu a CBF, de 2012 a 2015.


▪ 
Veja mais informações da região!

Marin teria recebido seis milhões e meio de dólares em propina, o equivalente a mais de 25 milhões de reais, para assinar contratos de direitos comerciais da Libertadores, Copa do Brasil e Copa América.



Com 85 anos de idade, o ex-dirigente está preso desde 2015 e nega as acusações.

As informações são da Revista IstoÉ.


Últimas Notícias