Compartilhe

A primavera começa oficialmente, no hemisfério sul, nesta segunda-feira, dia 23 de setembro.

Mais precisamente, às 4 e 50 da manhã, pelo horário de Brasília.



Este ano, a estação das flores, como é mais conhecida, deve seguir a tendência do que está sendo observado nesses últimos dias de inverno: temperaturas acima da média e poucas chuvas na maior parte do país.

A expectativa do Instituto Nacional de Meteorologia, o Inmet, é que, ao fim da estação, em dezembro,  os termômetros tenham registrado temperaturas entre meio grau e um grau Celsius e meio acima da média histórica, variando conforme a região do país.

Com relação às chuvas, apesar da previsão de dias mais secos, os primeiros dias da nova estação serão chuvosos, especialmente nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, devido à chegada de uma frente fria vinda da Argentina e do Paraguai.

Vale destacar que, nesses últimos dias de inverno, uma forte massa de ar quente está atuando sobre a região Central do país, elevando as temperaturas e fazendo cair a umidade relativa do ar em parte do território brasileiro.



A capital federal e os estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, além de parte dos estados de Minas e São Paulo têm atingido níveis críticos durantes os períodos mais quentes do dia, com índices abaixo de 30%.

Para se ter uma ideia, Goiânia chegou a registrar umidade relativa do ar de 8%; Paraúna, também em Goiás, e Bataguassu, em Mato Grosso do Sul, registraram 9%.

Índices semelhantes aos registrados, por exemplo, no deserto de Atacama, no Chile.