Compartilhe

Comissão Europeia pretende ter as primeiras doses da vacina contra o novo coronavírus desenvolvida pela Universidade de Oxford no mês de novembro.

A informação foi obtida pela Ansa com funcionários do poder executivo da União Europeia.



Mas a terceira fase dos ensaios clínicos tem previsão de término apenas em junho de 2021.

O bloco europeu já assinou acordo de compra de pelo menos 300 milhões de doses, e tem reserva para adquirir outras 100 milhões.

A Comissão Europeia quer garantir acesso universal ao medicamento no bloco e também planeja distribuí-lo para países em desenvolvimento.

A vacina de Oxford está em fase adiantada de testes em humanos diversos países, inclusive o Brasil.