Compartilhe

Um áudio com a indignação do procurador de Justiça Leonardo Azeredo dos Santos de Minas Gerais veio à público na última segunda-feira, 9. Na conversa, o procurador diz que o salário de R$ 24 mil é ‘miserê’. A declaração foi dada numa reunião, realizada em agosto, onde era discutida uma proposta orçamentária do Ministério Público de Minas Gerais para 2020. O procurador informou, por meio da assessoria de imprensa do Ministério Público, que não vai se pronunciar sobre o áudio.

O procurador ganha, na verdade, bem mais que o reclamado, segundo dados do portal da transparência do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). Isso, devido a indenizações e outras remunerações que se somam ao salário, como auxílio moradia. Somente em março, mês em que obteve o menor valor, foi mais que o dobro de R$ 24 mil. Nesses sete meses, a média recebida por ele foi de R$ 68.275,34. Ouça abaixo o “desabafo” do procurador: