Compartilhe

Câncer Colorretal, que afeta o reto e o intestino grosso, poderá ser incluído em lei que prevê ações de saúde para outros dois tipos de câncer.

A lei 11664 foi criada em 2008 para garantir a prevenção, detecção, tratamento e acompanhamento dos cânceres de colo uterino e de mama, pelo Sistema Único de Saúde.



Proposta aprovada agora, na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, estabelece diretrizes específicas para a atenção integral ao câncer colorretal e também aumenta o alcance das regras para a prevenção do câncer de mama.

O texto determina que o SUS deve assegurar a realização de exames em todas as mulheres que já tenham atingido a puberdade, independentemente da idade.

Ele prevê ainda estratégia de amplo rastreamento para os cânceres de mama, colo uterino e colorretal, com encaminhamento a serviços de maior complexidade, quando necessário, para a complementação do diagnóstico e tratamento.

A proposta tramitou em caráter conclusivo e poderá retornar para nova análise no Senado, caso não haja recurso para que seja analisada pelo Plenário da Câmara.