Compartilhe

Nesta semana, um acidente com helicóptero vitimou o jornalista Ricardo Boechat.

A aeronave em que ele estava caiu em uma rodovia de São Paulo. Boechat e o piloto Ronaldo Quattrucci morreram no local.



As causas estão sendo apuradas pela Anac, a Agência Nacional de Aviação Civil, e também pelo Cenipa, o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, da Força Aérea Brasileira.

De acordo com dados do Cenipa, entre janeiro de 2008 e julho de 2018, foram registados 220 acidentes com helicópteros no país.

A perda do controle de voo é a causa principal. Foi o motivo da queda de 33 em cada 100 helicópteros no período.

Na sequência, entre os principais motivos que causam acidente, estão colisão com obstáculos durante pouco ou decolagem e falha no motor.



De acordo com monitoramento da International Helicopter Safety Foundation, uma organização dedicada a analisar acidentes de helicóptero, enter 2013 e 2018, a média de acidentes, considerando ocorrências de 49 países, incluindo o Brasil, foi de 298 ocorrências por ano – o que equivale a quase um acidente por dia.

Mas até 2005, segundo a organização, esse número era bem maior, praticamente o dobro: 570 acidentes por ano.