Compartilhe

Mais de 116 mil contribuintes vão receber no próximo dia 17 o pagamento da restituição do imposto de renda pessoa física que estava pendente.

São declarações referentes aos exercícios de 2008 a 2019, que caíram na malha fina e depois foram regularizadas.



A consulta ao lote residual pode ser feita a partir desta segunda-feira por meio da página da Receita na internet ou pelo telefone 146.

O fisco vai pagar 297 milhões de reais e o dinheiro ficará disponível por um ano no banco para que o contribuinte faça o resgate. Desse total, 184 milhões e meio são de declarações entregues no exercício de 2019, por 77 mil e 200 contribuintes.

No ano passado, a Receita Federal informou que 700 mil declarações estavam retidas por inconsistências nas informações prestadas.

A omissão de rendimentos e as incoerências na declaração de despesas médicas têm sido os principais motivos para o contribuinte cair na malha fina.