Compartilhe

Receita Federal pode desligar seus sistemas informatizados, a partir do próximo domingo, 25 de agosto, por falta de verbas.

A medida vai interromper serviços como emissão de CPF e de restituição do imposto de renda.



Devem ser afetados ainda o envio de cartas de cobrança a devedores do Fisco, operações de comércio exterior e controle aduaneiro, emissões de certidões negativas, entre outros.

A disponibilização de recursos para Fundos de Participação de Estados e Municípios também deverá ficar comprometida.

O anúncio foi feito por comunicado interno do órgão, divulgado pela imprensa.

De acordo com o Estadão, a Receita precisa de pelo menos 300 milhões de reais para manter seus sistemas em funcionamento até o final do ano.



O órgão teve contingenciado 30 por cento de seu orçamento de 2019, de cerca de três bilhões de reais.

O Estadão informa que o governo contingenciou este ano mais de 31 bilhões de reais do Orçamento por causa da frustração de arrecadação, resultado da economia mais fraca.