Compartilhe

Correções das redações do Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, serão feitas por cinco mil 168 avaliadores.

De acordo com a Agência Brasil, eles foram selecionados pela Fundação Getúlio Vargas e possuem formação em letras, língua portuguesa ou linguística.



Além disso, preenchem outros requisitos, entre eles o de não possuir parentes entre os participantes do exame.

As provas foram feitas no último domingo por três milhões e 900 mil estudantes de todo o País.

O tema da redação deste ano foi Democratização do acesso ao cinema no Brasil.

Os textos serão avaliados em cinco competências, que valem 200 pontos cada, sendo que a nota máxima é mil.



Cada redação será corrigida por duas pessoas e a avaliação será o resultado da média aritmética das duas notas.

Dependendo do caso, poderá haver um terceiro avaliador para que a nota final do participante seja definida.

No próximo domingo, dia 10, os estudantes inscritos no Enem 2019 participarão do segundo dia de provas.

O resultado do exame será divulgado em janeiro, em data ainda não definida.