Compartilhe

Atualizado em

15 mil casos de câncer poderiam ser evitados por ano no Brasil com a redução do excesso de peso e da obesidade




Isso de acordo com um estudo feito no Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em colaboração com a Universidade de Harvard, nos Estados Unidos


Os pesquisadores acreditam que novos casos da doença devem surgir até 2025, e estima-se que 29 mil pessoas sejam atingidas.




De acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, de 2002 para 2013, a população brasileira atingiu 20% a mais de sobrepeso ou obesidade


Estes dois fatores estão associados ao aumento de risco de 14 tipos de câncer, como o de mama, na pós-menopausa, cólon, reto, útero, vesícula biliar, entre outros, segundo a Organização Mundial da Saúde.


Para ter uma ideia, 3,8% dos mais de 400 mil casos da doença, diagnosticados anualmente, são atribuíveis ao Índice de Massa Corporal elevado


A equipe de pesquisadores está calculando também o peso de outros fatores, como sedentarismo, tabagismo, alimentação e consumo de álcool, na incidência e mortalidade por câncer