Compartilhe

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Capivari (SAAE),reajustou as tarifas no último dia 1º de novembro. O reajuste de 11%, foi autorizado pela Agência Reguladora de Saneamento das Bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (ARES PCJ).

De acordo com o SAAE, o principal índice para o reajuste das tarifas foi aplicado para o real equilíbrio financeiro de 2020.



Além dos investimentos em saneamento básico, como água coletada, tratada e distribuída, os demais insumos como, produtos químicos, combustíveis, peças mecânicas e hidráulicas, que também tiveram os preços corrigidos ao longo dos últimos anos, impactaram no orçamento da autarquia.

Ainda segundo o SAAE, outro fator são os investimentos com infraestrutura de coleta e tratamento do esgoto, bem como com as contrapartidas de obras em andamento. Para se ter uma ideia, a implantação do Coletor Tronco de Esgoto Central, Estação Elevatória e linha de recalque o valor foi de R$ 538 mil, do Engenho Velho R$ 379 mil e a Estação de Tratamento de Lodo e da Estação de Tratamento de Água a (ETA II) o valor foi de R$ 378 mil.

Superintendente do SAAE, José Luiz Cabral
Superintendente do SAAE, José Luiz Cabral

Segundo o superintendente do SAAE, José Luiz Cabral, “o tratamento de lodo da ETA I também exigirá custos operacionais em 2020, bem como em energia elétrica e destinação final do lodo tratado, compromissos esses com o meio ambiente e o Programa Estadual Município Verde e Azul”, afirmou Cabral.

De acordo com uma nota enviada pelo SAAE, outras ações como a limpeza da Represa Milhã, manutenção em poços artesianos e projetos de engenharia, são alguns dos compromissos já definidos para 2020.



Com a ampliação da ETE Porto Alegre e com a ETE Castelani em operação, o SAAE registrou o aumento na utilização de produtos químicos, que também impactaram no reajuste devido aos custos operacionais, principalmente com energia elétrica, informa a nota.

Ainda de acordo com o SAAE, os reajustes são necessários para que se administre o patrimônio público com responsabilidade visando o equilíbrio econômico-financeiro da autarquia.

“É comum que as pessoas comparem o valor da água de Capivari com outras cidades da região. No entanto, uma simples comparação identifica que nossos preços continuam menores, conforme quadro abaixo”, finalizou Cabral.