Compartilhe

O líder do Campeonato Brasileiro, ampliou ainda mais a vantagem para o segundo colocado. Com a vitória sobre o Botafogo, no Morumbi, o São Paulo recuperou todos os jogos atrasados e abriu uma vantagem de 7 pontos para o Atlético Mineiro nesta noite de  quarta-feira (9).

A partida atrasada da 18ª rodada, teve domínio total do tricolor, que logo aos 9 minutos do primeiro tempo, abriu o placar após triangulação dos jogadores de ataque e finalização de cabeça do Brenner, o vice artilheiro da equipe na competição. 



Com 26 minutos a vantagem no placar aumentou. Novamente o autor do gol foi Brenner, mas dessa vez a origem do gol foi um contra-ataque, com finalização forte do atacante na saída do goleiro Diego Cavalieri do Botafogo.

Para piorar a situação do time carioca, aos 33 do primeiro tempo, o zagueiro Marcelo Benevenuto, foi expulso após entrada violenta em Luan, volante do tricolor paulista. Sem abaixar a guarda, o time da casa continuou pressionando o visitante e conseguiu marcar o terceiro gol antes do fim do primeiro tempo, quando de pênalti, Reinaldo chutou forte no ângulo superior com 45 minutos de jogo.

1º gol de Brenner na partida. FOTO: @saopaulofc (Instagram)

Na segunda etapa o Botafogo até conseguiu criar jogadas ofensivas, mas sem muito perigo para Tiago Volpi, que pouco trabalhou na partida. O São Paulo controlou bem a vantagem no placar e ainda teve a oportunidade de fechar o placar em 4 a 0 com a finalização de fora da área de Hernanes, que havia substituído Gabriel Sara aos 12 minutos da última etapa.

Em Porto Alegre, Santos sofre o empate nos acréscimos e perde Pituca, expulso, para o confronto da volta.



Grêmio e Santos iniciaram ontem (9), o confronto entre dois tricampeões da América para saber quem vai chegar às semifinais da Copa Libertadores de 2020, na Arena Grêmio. A partida tensa teve o resultado definido apenas nos acréscimos do segundo tempo e vários lances difíceis para a arbitragem.

Com a notícia da ausência de Soteldo horas antes da partida, Cuca escalou o alvinegro com três volantes, fato que dificultou o trabalho ofensivo do Grêmio e não permitiu ao Santos muitas oportunidades de gols em jogadas construídas pelo meio de campo. Nem por isso a partida foi monótona. As duas equipes se mostraram muito determinadas em cumprir o plano de jogo pensado por seus treinadores, mas em alguns lances exageraram na força e na vontade.

Disputa entre Kaio Jorge e Pedro Geromel. FOTO: Ivan Storti.

Os 40 primeiros minutos tiveram muitas faltas, um princípio de confusão, gol da equipe santista e até uma expulsão de Pinares, meio campista do Grêmio, mas que foi revista pelo VAR e cancelada pela arbitragem. O gol marcado aos 35 minutos do primeiro tempo, surgiu após uma saída equivocada do goleiro Vanderlei pelo alto e um desvio de Kaio Jorge no meio do caminho da cabeçada de Felipe Jonatan.