Compartilhe

A discussão sobre se devemos começar a taxar os mais ricos é longa e interminável. Enquanto uns acreditam que esta seja a saída, outros afirmam não se tratar de uma medida justa. Porém, justiça à parte, você sabia que, se fosse cobrado o IPVA de brasileiros proprietários de jatinhos, aviões, helicópteros, barcos, motos aquáticas e iates, os cofres públicos ganhariam cerca de R$ 4,6 bilhões?

Atualmente, os donos destes transportes estão isentos do IPVA (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores), que é cobrado normalmente aos donos de automóveis. Cláudio Damasceno – presidente do Sindifisco Nacional, diz que a cobrança aliviaria a crise dos Estados e municípios: “Traria recursos diretamente para a melhoria dos transportes do país”.



A cobrança de IPVA para aeronaves e embarcações foi barrada pelo STF (Supremo Tribunal Federal) em 2007 e para reverter esta situação, o governo precisaria aprovar uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição). Para Damasceno, esta é apenas uma das muitas medidas que fazem parte da reforma tributária e que aliviariam os cofres públicos.

Com a reforma tributária completa, o Sindifisco Nacional prevê que o país ganharia R$ 41,08 bilhões, porém ela sempre acaba sendo barrada no Congresso Nacional, com os interesses pessoais sempre falando mais alto do que a ética e o bom senso: “Há uma enorme massa de pessoas que estão pagando um imposto que não deveria”.

Fonte: Hypeness