Compartilhe

Atualizado em



Você já se perguntou sobre a origem da tatuagem? Cada vez mais popular, a prática de marcar o corpo é muito mais antiga do que se pode imaginar. De acordo com historiadores, é possível comprovar a existência de registros de 5 mil anos atrás. Em 1991 foi encontrado nos Alpes uma múmia, o Homem de Gelo, que continha linhas azuis em seu corpo. Acredita-se que os traços sejam os primeiros vestígios de tatuagem.

Tempos depois o método permanece forte, fazendo do hábito de tatuar-se uma característica marcante do ser humano moderno. Com novas técnicas e uma infinidade de possibilidades, a arte evoluiu e de acordo com pesquisadores da Universidade do Alabama, nos Estados Unidos, pode trazer benefícios. Uma simples tatuagem pode contribuir para o fortalecimento do sistema imunológico. 

A constatação se deu após análise das reações em 24 mulheres e 5 homens, que depois de completarem a sessão com o tatuador apresentaram uma queda nos níveis de imonoglobina A e do cortisol, hormônio relacionado ao estresse. Ou seja, a proteção do corpo ficou mais forte. Mas atenção, segundo o estudo, a eficácia vale para os que possuem mais de uma tatuagem. 

Fonte: Hypeness