Compartilhe

A taxa de desemprego no Brasil atingiu 11,6% no trimestre encerrado em dezembro de 2018. A estimativa foi publicada nesta quinta-feira (31) na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), realizada pelo IBGE.

O resultado aponta uma queda de 0,3 pontos percentuais em comparação com o trimestre de julho a setembro do ano passado, quando fechou em 11,9%. No comparativo com o mesmo trimestre de 2017 a análise é de estabilidade, pois na época o resultado é de 11,8%. Já a taxa média de desemprego caiu 0,4 pontos percentuais. Dos 12,7% registrados em 2017, caiu para 12,3% no ano passado.



Com relação a população desocupada, o índice do trimestre encerrado em dezembro fechou com índice de 12,2% da população, uma queda de 2,4% abaixo do trimestre de julho a setembro de 2018. A queda representa menos 297 mil pessoas nesta condição.

Já as pessoas ocupadas, ou seja, com empregos, subiu 0,4% no trimestre encerrado em dezembro. Com o crescimento, são 93 milhões de pessoas com empregos. Quando comparado com o mesmo período de 2017 o crescimento é de 1% na população com ocupação.

Segundo a Pnad, a renda média real do trabalhador foi de R$ 2.254 no trimestre fechado em dezembro, 0,6% acima do mesmo período que 2017.