Compartilhe

Ônibus, trens e aviões deverão reservar 3% dos assentos para pessoas com obesidade mórbida.

A proposta é da senadora Zenaide Maia (PROS-RN), aprovada na Comissão de Direitos Humanos do Senado.



Segundo a autora, a medida vai evitar que esses passageiros tenham que pagar o dobro para comprar dois assentos.

Para ter direito às cadeiras especiais será necessário adquirir a passagem com 48 horas de antecedência.

A medida também deverá ser estendida para o metrô, conforme emenda proposta pelo senador Romário (Podemos-RJ), relator do projeto, que seguiu para a Comissão de Assuntos Econômicos.

Outra proposta também aprovada pela Comissão de Direitos Humanos prevê a garantia de assentos em aviões para menores de 14 anos ao lado dos pais.



A Comissão de Constituição e Justiça vai analisar o projeto.