Compartilhe

Prefeito comenta sobre a vitória no tribunal por unanimidade, 6 votos a 0. Ouça a entrevista.

Por Jean Bordini



O prefeito de Capivari, Rodrigo Abdala Proença (PPS), o vice-prefeito, Vitor Hugo Riccomini (PTB), e o vereador Davilson Roggieri foram absolvidos no Tribunal Regional Eleitoral (TER), referente ao processo nº 51569, que tratava de possível abuso de meios de comunicação nas eleições de 2012.

Os políticos foram absolvidos por unanimidade, 6 votos a 0.

A absolvição foi divulgada na tarde dessa quinta-feira, 6.



RODRIGO COMENTA SOBRE A VITÓRIA NO TRIBUNAL. OUÇA ABAIXO

RELEMBRE O CASO
Em outubro de 2012, logo após as eleições, o Juiz Cleber de Oliveira Sanches julgou procedente a ação de investigação judicial eleitoral ajuizada pelo Ministério Público Eleitoral contra Rodrigo e Vitor, e também o vereador eleito Davilson Roggieri, e locutores de uma rádio comunitária de Capivari.

Todos eles foram acusados pela Justiça Eleitoral de terem sido coniventes com propaganda eleitoral antecipada e propaganda partidária indevida na rádio comunitária. Segundo a denúncia, a rádio era usada para divulgar a candidatura de Proença e difamar o ex-prefeito e candidato a reeleição, Luis Donisete Campaci (PMDB).

Na decisão, o juiz eleitoral pediu a aplicação da sanção de inelegibilidade do prefeito Rodrigo Proença e seu vice Vitor Riccomini e também do vereador Davilson Roggieri para as eleições de 2012 e para as que se realizarem nos oito anos subsequentes, bem como a cassação do registro de candidatura dos políticos.

Com a decisão, os políticos foram impedidos de assumir o cargo e não puderam ser empossados na cerimônia ocorrida no dia 1º de janeiro deste ano.

Porém, no dia 12 de março, Rodrigo, Vitor e Davilson haviam conquistado o direito de assumir seus cargos, após liminar concedida pela Juíza Clarissa Campos Bernardo, em segunda instância, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

VITÓRIA NAS URNAS
Rodrigo Proença e Vitor Riccomini foram eleitos com mais de 16 mil votos.