Compartilhe

Tecnicamente, espirro é a saída brusca e rápida de ar e gotículas pelo nariz e pela boca. Mas também pode ser a saída de uma crise financeira. Pelo menos para uma mulher do País de Gales. A galesa, que estuda Artes, precisava melhorar sua vida financeira e se livrar de uma dívida universitária de cerca de R$ 245 mil. Um dia, ela leu sobre uma fetiche incomum e os neurônios começaram a trabalhar. Por que não?

Uma câmera ligada e uma estudante desinibida. Assim ela gravou o primeiro vídeo em que aparece espirrando. Sim, apenas isso, espirrando. Ela cobra cerca de R$ 345 por vídeo e chega a ganhar R$ 500 reais por pedidos mais específicos. Há clientes que gostam de ver a sola dos pés da universitária enquanto ela lhes brinda com espirros e outros que apreciam quando ela se exibe em locais públicos.



Ela não precisa fingir, afinal é alérgica. Sem muito esforço, ela consegue espirrar até 11 vezes seguidas. Durante sessões de vídeo, a universitária precisa fazer atchim quase 40 vezes por cerca de três horas. Quando a alergia falha, ela precisa irritar as narinas. Para completar, ela costuma aparecer nos vídeos com roupas provocantes, especialmente lingerie e peças de látex.

Fonte: Page Not Found