Compartilhe

Uso do telefone fixo perde espaço, entre os brasileiros.

Em maio, eram menos de 36 milhões de linhas ativas, apontam dados da Agência Nacional de Telecomunicações, a Anatel. Quinhentas mil a menos que no mês anterior, sem falar em uma redução de quase três milhões, de um ano pra cá.



Muito desse cenário é consequência do crescimento da telefonia celular.

Com base em dados do IBGE, dá pra dizer que, no Brasil, existe uma linha fixa para seis pessoas.

Diferença considerável quando se compara esses números com os da telefonia móvel.

Balanço também na Anatel mostra que são 228 milhões de linhas ativas.



Mais que a população do País, projetada em 210 milhões de pessoas.