Compartilhe

Atualizado em

Neste ano já surgiram dois casos suspeitos em nosso município.



Por Jean Bordini

O verão é sempre esperado ansiosamente pela maioria das pessoas e também por aqueles mosquitinhos chamados Aedes Aegypti.

Eles são bem famosos e bem perigosos, afinal, são responsáveis por transmitir a dengue.

Além da doença ser transmitida com mais frequência no verão, com as enchentes, os problemas aumentam.



Ouça abaixo a entrevista com a Rosângela Correa, supervisora de dengue da Vigilância Sanitária de Capivari.

Para se ter uma ideia, segundo o Ministério da Saúde, só em 2011, foram registrados mais de um milhão de casos suspeitos de dengue em todo o país, com 63% das ocorrências registradas nas regiões Centro-Oeste e Sudeste, onde nos encontramos.

De acordo com a supervisora de dengue da Vigilância Sanitária de Capivari, Rosângela Correa, neste ano surgiram dois casos suspeitos da doença, porém, os exames deram negativos.

Para evitar que a doença se propague em nosso município, os agentes da Vigilância Sanitária percorrem a cidade todos os dias e visitam todas as residências, onde constatam se existe foco do mosquito ou lugares propícios para procriação e também orientam os moradores.

Quando é constatado na residência lugares propícios para a proliferação do mosquitos, os moradores são orientados a resolverem a situação em sete dias, caso contrário podem ser multados.

Vale lembrar que o agente sanitário vai até a residência com crachá de identificação, mas se você ficar na dúvida se é um agente ou uma pessoa se passando por ele, ligue para a Vigilância Sanitária no 3492 1606. Neste mesmo número podem ser tiradas outras dúvidas.